Artigos Anteriores

A GALINHA APRESENTA MELHOR DESEMPENHO

ANO XIV - Nº 007/14 -

VOO DA GALINHA

Volto a afirmar, para desespero geral dos OTIMISTAS SEM CAUSA, que a velha máxima de que o desempenho da economia brasileira em muito se compara com o VOO DA GALINHA, como muita gente apregoa, já não passa de uma ofensa grosseira aos pobres galináceos. Até porque as galinhas apresentam um desempenho muito melhor.

MAL CONSEGUE RESPIRAR

Faço esta afirmação porque já vai longe o tempo em que a economia brasileira era capaz de dar voos rasantes e de curta duração. Nos últimos anos, por força de um REGIME DE ENGORDA MONUMENTAL, ESTAPAFÚRDIAS REGULAMENTAÇÕES E INJEÇÕES DE DOSES BRUTAIS DE BOLIVARIANISMO NA VEIA (felizmente suprimidas após o impeachment de Dilma Neocomunista Rousseff, ainda que os efeitos serão sentidos no médio e longo prazos), a nossa economia mal consegue respirar, que dirá decolar.

EUFORIA EFÊMERA

O que estamos vendo, infelizmente, é que o sentimento de EUFORIA, iniciado em 2017, está perdendo fôlego. Na realidade já perdeu. As razões para tanto, que só os OTIMISTAS SEM CAUSA não conseguem enxergar, se deve ao forte desinteresse por REFORMAS. Notadamente a da escandalosa PREVIDÊNCIA, cujos ROMBOS são responsáveis diretos pelo já crônico e sempre crescente DÉFICIT DAS CONTAS PÚBLICAS.

INCERTEZAS

Como estamos em plena campanha eleitoral, o ano de 2018, gostem ou não, o fato é que ele já está fadado a gerar apenas incertezas, onde ninguém sabe se o novo presidente e os novos governadores serão verdadeiros REFORMISTAS, como o nosso país exige para poder crescer e se desenvolver. Mais: como as propostas e/ou decisões precisarão passar pelo crivo dos Legislativos,  aí a incerteza se multiplica.

ESTADO GORDO, DOENTE E INEFICIENTE

Como se percebe, nem é preciso usar os CINCO SENTIDOS para concluir que a economia brasileira não tem como crescer neste ambiente onde só prospera o CAOS. Este complicado estado de coisas, somado com a baixa escolaridade do povo, faz com que muitos brasileiros entendam que o importante para o Brasil não é um ESTADO MAGRO E SAUDÁVEL, mas a continuidade de um ESTADO GORDO, DOENTE E INEFICIENTE.

PARTE DOS PROBLEMAS

Este enorme BALDE DE ÁGUA GELADA, representado pelos números que medem o desempenho da nossa economia e pelos insistentes déficits das contas públicas, onde as receitas não conseguem cobrir as altas despesas (apesar da alta carga tributária que o Estado impõe, sem dó nem piedade), evidencia que o povo brasileiro GOSTA E/OU FAZ QUESTÃO de fazer parte dos PROBLEMAS e não tem o menor interesse em fazer parte das SOLUÇÕES.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • CAFÉ COM CONSULTORES

    Na próxima segunda-feira, 07, a partir das 19 horas, no evento -17ª Edição -CAFÉ COM CONSULTORES-, promovido pela Associação Brasileira de Consultores (ABCO), a palestrante será a pensadora Ana Paula Megiolaro. Tema: “Marketing: a evolução do analógico ao digital”. Interessados em participar podem entrar em contato através  do link (https://www.facebook.com/events/361053144363809/?ti=clo).

  • ESPAÇO PENSAR+

    É muito oportuno replicar o artigo -O BRASIL CANSA-, do pensador Roberto Rachewsky, escrito quando a FNAC, cadeia de lojas francesa, informou que cairia fora do Brasil. Eis:

    “A cadeia de lojas francesa FNAC, uma das maiores distribuidoras de eletrônicos, livros, Cds e Dvds do mundo, cansou.

    Cansou de, em nome do governo brasileiro, extorquir seus clientes com os impostos escorchantes embutidos nos preços de seus produtos.

    Cansou de pagar pela metade seus trabalhadores, depois de ter confiscado a outra metade a mando do governo brasileiro, para quem é obrigada a entregar a parte que restou retida.

    Cansou de fazer o trabalho de preencher infindáveis formulários com infindáveis informações para entregá-los atendendo prazos incompatíveis com qualquer noção de economia e razoabilidade, o que exige investimentos que se demonstram desperdício de recursos com batalhões de contabilistas, assessores, especialistas em TI e advogados civis, tributários e trabalhistas.

    Cansou de lidar com a burocracia e a taxação excruciante definidas pela legislação alfandegária, subjetiva e arbitrária, que exige que o empresário pague um resgate pelas mercadorias das quais é proprietário, para tê-las à disposição para, depois de muita espera, poder vendê-las.

    Cansou de ver seus clientes e funcionários, refugiarem-se em shopping centers para, inutilmente, tentarem escapar de assaltos, roubos e até assassinatos.

    Cansou de estar à mercê de achacadores, políticos, fiscais, sindicatos e outros espécimes de uma fauna que abunda no Brasil e é popularmente chamada de parasitas do esforço alheio.

    O Brasil está cansando quem poupa, investe, produz, trabalha e comercia.

    Quem é John Galt?” 

  • MÃE 5 ESTRELAS

    Para celebrar o Dia das Mães, o Moinhos Shopping lança a campanha Mãe 5 Estrelas, que dará a quatro vencedores uma viagem de cinco dias para o Kur Hotel, em Gramado, com direito a um acompanhante. A ação, que ocorrerá de 30 de abril até 14 de maio, também dará um kit de produtos para cuidados da pele da marca Kur Cosméticos e Bem-Estar aos primeiros 3.500 clientes que participarem da promoção.
    Durante a estadia no Kur Hotel, que é reconhecido internacionalmente pela qualidade e pioneirismo de seus serviços, os ganhadores irão usufruir do programa Kur Relax & Spa, através do qual poderão desfrutar de toda a estrutura do resort, em ambiente acolhedor e sofisticado. Entre as atrações do programa, estão cardápios gourmet em todas as refeições, massagens, terapias corporais, esfoliação e hidratações, além de diversas opções de exercícios monitorados, como alongamentos, yoga, cross training e aulas de dança.
    Para participar, os clientes do Moinhos Shopping devem trocar R$ 500,00 em notas fiscais de compras nas lojas do shopping por um cupom. O espaço promocional estará funcionando de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h, com exceção do dia 01/05, data em que não haverá atendimento no balcão devido ao feriado. O sorteio será realizado no dia 15 de maio, no mall do shopping. Feliz dia das mães para todas as mamães do Moinhos Shopping.

  • DIA DAS MÃES

    Se depender da rede Bourbon Shopping, este Dia das Mães será marcado por amor, música e a voz única de Maria Rita. A campanha da rede para a data entregará ingressos para quatro apresentações exclusivas no Rio Grande do Sul do show Voz:Piano. Acompanhada do pianista Rannieri Oliveira, Maria Rita leva ao palco, em formato de duo, arranjos intimistas, onde contempla os mais variados gêneros, do baião ao jazz. O repertório inclui sucessos de seus primeiros álbuns, como “Cara Valente”, “Pagu” e “Num Corpo Só”, e releituras de clássicos que marcaram a sua carreira, como “Grito de Alerta”, de Gonzaguinha, “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga, e “Romaria”, famosa na voz de Elis Regina. 
    A cada R$ 500,00 em notas fiscais de compras realizadas nas lojas dos shoppings da rede, o cliente recebe um ingresso para prestigiar o espetáculo. A promoção, que ocorre de 30 de abril a 13 de maio, garante a entrada em uma das quatro apresentações do espetáculo que serão realizadas pela artista em Porto Alegre e em Novo Hamburgo. Compras realizadas nos shoppings Bourbon Wallig, Assis Brasil, Country, Ipiranga, Canoas e Porto Alegre CenterLar darão direito a ingresso para uma das apresentações da cantora que acontecem no Auditório Araújo Viana, nos dias 21, 22 e 23 de maio. Já as compras realizadas nos shoppings Bourbon São Leopoldo e Novo Hamburgo darão ingressos para o show que será realizado no dia 24 de maio, no Teatro Feevale, em Novo Hamburgo.
    O espaço promocional para a troca funcionará de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos das 14h às 20h, com exceção do dia 01/05, data em que não haverá atendimento no balcão devido ao feriado. A promoção é válida para maiores de 18 anos. O regulamento completo da promoção pode ser acessado no site do Bourbon Shopping (www.bourbonshopping.com.br).

FRASE DO DIA

Sou chamado a responder rotineiramente a duas perguntas. A primeira: haverá saída para o Brasil?. A segunda: o que fazer? Respondo àquela dizendo que há três saídas: o aeroporto do Galeão, o de Cumbica e o liberalismo. A resposta à segunda pergunta é aprendermos de recentes experiências alheias.

Roberto Campos