Artigos Anteriores

A DANÇA DOS TRAÍDOS

ANO XIV - Nº 007/14 -

COMPROMISSO

Para conquistar votos dos fiéis à todas as religiões, Dilma assinou, à contra gosto, uma carta de compromisso dizendo ser contra o aborto. Apesar de desconfiados, a maioria desses eleitores aceitou o compromisso e elegeu a candidata petista.

INGÊNUOS

Enquanto isso, inúmeros empresários (leia-se FIESP, FIERGS entre outras), agindo como ingênuos, não fizeram o mesmo com relação a criação de novos tributos. Assim, não exigiram uma carta de compromisso em que Dilma não criaria nem aumentaria impostos.

JOGADA ENSAIADA

Pois agora, faltando quase dois meses para os governistas (composta por maioria dos governadores, deputados federais e senadores) assumirem seus mandatos, em jogada muito bem ensaiada já estão garantindo a volta da estúpida CPMF, porém com outro nome.

IMF

Desta vez o termo -CONTRIBUIÇÃO PROVISÓRIA- será substituído por - IMPOSTO-. Assim, o dinheiro arrecadado será distribuído aos Estados, via Fundo de Participação. Portanto, o novo tributo -DEFINITIVO- deverá ser IMF: Imposto sobre Movimentação Financeira.

IMPOSTO SOBRE PATRIMÔNIO

Para aproveitar a onda, esta mesma turma certamente aprovará, também, com rapidez, o Imposto sobre Fortunas, ou Imposto sobre Patrimônio, que já passou na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Podem crer!

ALÍQUOTAS

Contando com maioria folgada para aprovar o que bem entender, as discussões sobre as lamentáveis matérias vão se restringir, exclusivamente, ao tamanho das alíquotas que serão impostas, e não à decência ou necessidade dos tributos. Coisa típica de comunista invejoso e mau caráter.

TRAÍDOS DA VEZ

Muitos daqueles que votaram nos vitoriosos já estão se mostrando decepcionados e arrependidos. Devido ao apoio incondicional dado à petista Dilma, estão mudos e constrangidos diante da barbárie. Na real estão se sentindo traídos. Da mesma forma que os petistas foram, quando Lula assumiu a presidência.

NOVOS TRAÍDOS

A mesma revolta demonstrada pelos petistas, que à época queriam o calote das dívidas interna e externa e a estatização das empresas privatizadas no governo FHC, os empresários e outros bobos estão sentindo. Ou seja: a vingança dos petistas frustrados já está se desenhando. E os traídos da vez são os desconfiados de outrora. Que tal?

EU AVISEI

Cheio de tristeza lamento não ter sido ouvido nem compreendido. O que já está acontecendo, e o que vai acontecer, eu alertei. Repito: relembrar isto não me faz nem um pouco feliz. Mas é o que me resta fazer.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • AÇÕES
    Na última sexta-feira, o deputado estadual Nelson Marchezan Júnior ingressou com oito ações populares, todas com pedido de liminares, contra pagamentos ilegais de benefícios a membros do Tribunal de Justiça (TJ/RS), do Tribunal de Contas (TCE/RS), Ministério Público (MP/RS) e Assembleia Legislativa do RS. As ações pedem a nulidade de atos - considerando-os lesivos ao patrimônio público e à moralidade administrativa - e o ressarcimento ao erário.
  • TÁ NA MESA
    O Tá na Mesa desta quarta-feira, 10, vai ouvir o secretário de Estado da Justiça e do Desenvolvimento Social, Fernando Schüler, o diretor do Instituto Gerdau, José Paulo Soares Martins, e o gerente executivo da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho, Alceu Nascimento, que vão falar sobre o tema: As empresas e o investimento social: o exemplo gaúcho. Às 12h, no Palácio do Comércio, no Centro de Porto Alegre.
  • ENEM AÍ
    O Enem virou caso de polícia e pode acabar na Justiça. O MEC já admite, inclusive, realizar nova prova para dois mil alunos revoltados. Marcado por erros o Enem já recebeu queixa-crime pedindo a anulação do teste. E o Ministério da Educação (MEC) chamou a Polícia Federal para apurar o uso de celulares e do Twitter durante a prova. Viva o Brasil da CPMF.
  • PAUL McCARTNEY
    O show de Paul McCartney, que aconteceu ontem em Porto Alegre, no Estádio Beira-Rio, foi simplesmente espetacular. Foram 3 horas de espetáculo, sem parar, para 50 mil espectadores. A nota baixa ficou por conta da conhecida falta de infra-estrutura da Cidade, que não oferece condições mínimas para que o público possa se movimentar na saída do Estádio.

FRASE DO DIA

A verdadeira maneira de se enganar é julgar-se mais sabido que outros.

La Rochefoucauld