Artigos Anteriores

A COPA DE 2014 JÁ TEM SEUS VENCEDORES

ANO XIV - Nº 007/14 -

FALTA DE SINCERIDADE

É pra lá de sabido que as autoridades públicas, independente das instituições que representam, quando proferem seus discursos jamais usam da sinceridade. Mesmo assim as platéias aplaudem os oradores assim como suas falsidades.

TUDO PODE

O que leva a isto é o tal do POLITICAMENTE CORRETO. É quando tudo pode sem contestação dos ouvintes. Assim, quando os temas de saúde, educação ou segurança precisam ser abordados, o compromisso com a verdade inexiste. Já o da enganação, da mentira, além de permitido é aconselhável.

FALSIDADE ESTIMULADA

É lógico que não tem cabimento, nas cerimônias de abertura e/ou encerramento de eventos públicos, discursos negativos. Fogem totalmente dos propósitos, de momento e de lugar. Só que isto estimula a falsidade dos oradores.

ABORDAGEM

É inimaginável, portanto, que qualquer autoridade vá mencionar, no seu discurso, o elevado nível de corrupção alcançado no país. Assim como a total falta de infraestrutura, o excesso de burocracia e os privilégios absurdos existentes.

SELEÇÃO DE CORRUPTOS

Neste contexto, não seria apropriado que as autoridades que discursaram no ato de abertura do sorteio das chaves da Copa do Mundo de 2014, no último sábado, no RJ, apontassem as dificuldades que o Brasil enfrenta para sediar o importante evento. Muito menos quanto vai custar aos contribuintes. Não era este o momento, certamente.Porém, como o sorteio das chaves foi transmitido para o mundo todo, só o fato do Brasil ter desfilado, perante as câmeras, com a sua imbatível seleção de corruptos, muita gente por esse mundo afora já deve estar imaginando que tipo de Copa o Brasil vai sediar. Aliás, que time de corruptos e safados, não? Campeões Mundiais na modalidade. Hors Concours.

OBRAS DA COPA

Se os oradores pudessem ser minimamente sinceros, pessoal e politicamente, bem que poderiam dizer, com relação às obras da Copa, que no Brasil, para vencer qualquer concorrência pública, o preço menor é o que menos conta.O que conta mesmo é o tamanho da bola que será distribuída através dos desvios dos superfaturamentos. Aquele que oferece maior oportunidade para a corrupção é o grande vencedor.

A BOLA VAI ROLAR

Bem, mas deixando de lado estas bobagens, até porque o povo não está nem aí para a corrupção, com ou sem fraude a bola de futebol vai rolar na Copa de 2014 nos gramados dos estádios brasileiros. Acabados ou não.Até lá, a única coisa certa é que muitas outras BOLAS vão rolar, de forma impressionante no país. É bola demais, não? Resumindo: ninguém sabe se a Seleção Brasileira ganha a Copa, mas ninguém contesta que muita gente vai fazer fortuna com o evento. Da forma mais desonesta possível, infelizmente.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • CONAB
    Nem esfriou o caso DNIT e o irmão de Romero Jucá, Oscar Jucá Neto, disse à revista Veja que o roubo na CONAB é muito maior. Que tal?
  • COPA
    Face aos problemas de infraestrutura, a presidente Dilma Rousseff prometeu um eficiente sistema de transporte durante a Copa de 2014. Isto vale para Porto Alegre? Não creio.
  • CONCORDATA CONTORNADA
    Pelo andamento da carruagem a concordata americana está contornada. A confiança, no entanto, está capenga. Nada será como antes, não?
  • EXPOAGAS
    A AGAS promove amanhã, 02, às 10h, coletiva de imprensa para anunciar o lançamento da 30ª Convenção Gaúcha de Supermercados ? EXPOAGAS 2011.

FRASE DO DIA

Seja verdadeiro consigo mesmo e não seja falso com os outros.

Francis Bacon