Artigos Anteriores

A COMUNICAÇÃO ESTÁ INFESTADA POR SOCIALISTAS

ANO XIV - Nº 007/14 -

DESINFORMAÇÃO

Confesso que ao longo desses meus 33 anos de atividade na área da comunicação, passando por jornais, emissoras de rádio e televisão e internet, em nenhum momento vi tamanha DESINFORMAÇÃO, ou FALTA DE COMPROMISSO COM A VERDADE, como nesses últimos anos, mais precisamente depois do impeachment da danosa Dilma Neocomunista Rousseff.

TEMPERO IDEOLÓGICO

Mais: além de forte DISTORÇÃO dos fatos, não é raro VER, LER E/OU OUVIR notícias -EDITADAS- com forte tempero IDEOLÓGICO SOCIALISTA, nutrido com muito interesse nos MEIOS ACADÊMICOS que formam os profissionais que atuam nas redações e centrais de jornalismo dos veículos de comunicação, em geral.

DIGITAIS SOCIALISTAS

Se, por um bom tempo, quem fizesse tal afirmação era considerado como -DESCONTENTE COM A REALIDADE-, ou sofria da SÍNDROME DE PERSEGUIÇÃO, hoje, graças principalmente, às poderosas -REDES SOCIAIS-, os meios de comunicação não conseguem esconder as -DIGITAIS SOCIALISTAS- que deixam espalhadas nas inúmeras reportagens feitas e nas opiniões manifestadas.

84,5% DOS PROFESSORES BRASILEIROS PREFEREM A ESQUERDA

A propósito, é sempre bom lembrar o que  aponta a seguinte pesquisa feita, em 2018, pelos educadores Caroline Pacievtch, da UFRGS, e Luiz Fernando Cerri, da UEPG:

84,5% dos professores brasileiros DISSERAM preferir SIGLAS DE ESQUERDA;

15,5% preferem SIGLAS DE CENTRO, CENTRO DIREITA E DIREITA.

AMÉRICA LATINA

Enquanto isso, na Argentina e no Paraguai, o índice dos professores que preferem a centro-esquerda ou a esquerda chega a 46,83%.  E, pasmem, no Uruguai o índice de preferência -clara e aberta- pelo SOCIALISMO é de 100%. Que tal?

PROFESSORES DE COMUNICAÇÃO

Isto, no entanto, não acontece apenas no ambiente latino. Nos EUA, como revela a pesquisa feita por Mitchel Langbert - da National Association os Shoolars, em 2018, dos 5516 professores das 51 melhores universidades americanas, o número de professores de esquerda (Democratas) para cada professor de direita (Republicanos), na área da COMUNICAÇÃO, é de 108 para ZERO. 

Detalhe: na SOCIOLOGIA a relação cai para 43,8; e na FILOSOFIA, 17,5.

RESUMO

EM SÍNTESE: da mesma forma como lá, nos EUA, a maioria dos meios de comunicação destila farto e constante ÓDIO contra o presidente Donald Trump, aqui, no nosso empobrecido Brasil, acontece o mesmo em relação ao presidente Jair Bolsonaro. Ambas as pesquisas atestam as razões para tanto!

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • CAGED

    Segundo dados divulgados hoje pelo Ministério da Economia, o Brasil registrou a criação líquida de 48.436 mil postos de trabalho em junho. O resultado é fruto da criação de 1.248.106 postos e fechamento de 1.199.670 postos. No ano foram abertas 408.500 vagas e nos últimos 12 meses foram criadas 524.931 vagas de trabalho.

  • CONFIANÇA DO COMÉRCIO

    O índice de confiança do comércio, elaborado pela FGV, apresentou aumento de 2,3 pontos entre junho e julho, para 95,5 pontos, acima de sua média histórica (93,9 pontos). O avanço do índice foi determinado tanto pela melhora da satisfação em relação ao presente (+1,8 pontos) quanto pelas perspectivas em relação aos próximos meses (+2,7 pontos).

  • EXPOSIÇÃO

    Fundada em 1824, São Leopoldo é o berço da colonização alemã no Brasil e comemora, hoje,25 de julho, os seus 195 anos. Como forma de celebrar a data especial, o Bourbon São Leopoldo irá receber a exposição Imigração Alemã que vai homenagear a memória da cidade e resgatar a história da chegada dos alemães no Rio Grande do Sul.
    Entre os dias 01 e 30 de julho, das 10h às 22h, os frequentadores do empreendimento poderão conferir a mostra com uma linha do tempo na qual será traçada a história da imigração alemã no Vale dos Sinos. Em uma pareceria com o Museu Histórico de São Leopoldo, o público poderá conferir de perto fotos e objetos que marcaram a contribuição da colonização germânica no Estado. A exposição é gratuita e aberta ao público de todas as idades.

FRASE DO DIA

A análise de longo prazo, necessariamente, inclui o exame das consequências de curto prazo.

Ludwig Von Mises