ALÉM DA CENSURA, PRIVILÉGIOS ABSURDOS!

MAL INFORMADOS

Aqueles que imaginam que as maldades demoníacas protagonizadas pelo STF se restringem (1)- às dezenas de nojentos HABEAS CORPUS concedidos a bandidos que, comprovadamente, cometeram fantásticos atos de CORRUPÇÃO;  e (2)- à CRIMINOSA CENSURA imposta recentemente pelos péssimos ministros Dias Toffoli e Alexandre de Moraes, precisam ser melhor informados.

PRIMEIRA CLASSE

Ontem, lendo a Gazeta do Povo, tomei conhecimento de que o feriadão de Páscoa para os servidores (?) da Justiça Federal, incluindo aí os tribunais superiores como o STF e o STJ, tem, oficialmente, CINCO DIAS.  Oficialmente, porque esta brutal  excrescência está amparada pela lei 5.010/1966. Com isso, a folga desta turma de brasileiros de -PRIMEIRA CLASSE- começou ontem, quarta-feira, 17, e vai até a próxima segunda-feira, 22. Que tal?

SEGUNDA CLASSE

Mais: o feriado da Semana Santa não é o único que a referida lei prevê -EXCLUSIVAMENTE- para o Judiciário. No total, os servidores, juízes e ministros da Justiça Federal dispõem de 25 DIAS DE FOLGA OFICIAL A MAIS do que é conferido aos trabalhadores da iniciativa privada, que compõe a -SEGUNDA CLASSE-.

SERES CELESTIAIS

Confesso que não estou convencido de que a maioria dos nossos senadores venha a aprovar o necessário IMPEACHMENT dos ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Alexandre de Moraes. Entretanto, ao manifestar que contem com o meu total apoio, sugiro que tratem de acabar de uma vez por todas com os nojentos privilégios concedidos aos SERES CELESTIAIS do Poder Judiciário.

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Voltando ao tema -REFORMA DA PREVIDÊNCIA-, assunto que exige FOCO TOTAL, vejo que tanto a imprensa CONVENCIONAL quanto vários deputados que integram a CCJC da Câmara Federal (todos da oposição e alguns aliados do governo) seguem fazendo o máximo possível para DESIDRATAR a PEC da NOVA PREVIDÊNCIA.

300 MIL EMPREGOS

Ora, por tudo que revelam os BRUTAIS E CRESCENTES ROMBOS DA PREVIDÊNCIA, a ordem deveria ser no sentido de AUMENTAR o sacrifício e não ATENUAR. É preciso lembrar a todo momento que o atraso na aprovação da REFORMA implica pelo menos 1 mil empregos gerados a menos. Até o final do presente ano poderemos deixar de criar mais 300 mil empregos. 

Feliz Páscoa!

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • 200 MILHÕES DE PATOS

    Ontem, em entrevista concedida à Globo News, o ministro da Economia, Paulo Guedes, insinuou que o presidente da República, Jair Bolsonaro, está inclinado para uma direção de privatização da Petrobrás. 
    Questionado sobre o recuo de Bolsonaro em sua posição de impedir o aumento do diesel, o economista relatou parte de uma conversa sua com ele sobre uma possível privatização da Petrobrás.
    “O presidente levantou a sobrancelha… Ué, se o preço de petróleo sobe no mundo todo e não tem nenhum caminhoneiro parando no Trump, na Merkel ou na porta do Macron, será que tem um problema aqui?”, disse.
    “Está ficando muito claro para o brasileiro comum o seguinte: tem 5 bancos, 6 empreiteiras, uma produtora de petróleo e refinaria, 3 distribuidoras de gás e 200 milhões de patos”, continuou Guedes. “Ele (Bolsonaro) está aprendendo mais rápido do que os economistas brasileiros”.

  • RECURSOS DO PRÉ-SAL

    Diante das dificuldades para aprovar a reforma da Previdência no Congresso, o governo estuda antecipar recursos que serão recebidos com o leilão de petróleo do pré-sal, marcado para 28 de outubro, para estados e municípios, se houver indicação de que as reformas da Previdência, já em tramitação, e tributária serão aprovadas.
    A votação da reforma foi adiada de ontem para a próxima terça-feira na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, após acordo entre líderes do governo e do Centrão. Em mais um aceno para angariar o apoio de governadores e prefeitos para a reforma, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que uma das linhas em que o governo trabalha para ajudar os governos regionais é antecipar esses recursos.
    “Estamos falando de, no mínimo, R$ 4 bilhões, podendo chegar a R$ 6 bilhões, uma possível antecipação da cessão onerosa. Depende da capacidade de aprovação das reformas”, afirmou, após participar de reunião com senadores ontem.
    Guedes disse que só pode fazer “movimentos” de ajuda aos estados e municípios se tiver garantia de que a reforma será aprovada e que essa “engenharia política” é o que está em andamento no momento.
    “Sem reformas, a União também está em dificuldades, e aí é um abraço de afogados, vai ajudar estados e municípios como?”, afirmou. “Estamos estudando isso e já guardando recursos da cessão onerosa para liberar caso a coisa indique que será tudo aprovado.”

FRASE DO DIA

A vantagem do capitalismo é que, por ter exemplos de sucesso, admite fracassos e tem mecanismos de correção. Para os socialistas, ao invés, o fracasso é apenas um sucesso mal explicado.

Roberto Campos