MINISTÉRIO DO CRIME

ASSUNTO PRINCIPAL

Com a decretação da intervenção federal no RJ, os meios de comunicação do país, sem exceção, passaram a dedicar a maior parte dos noticiários para este importante tema, que não se restringe apenas à segurança pública, mas a tudo que está relacionado ao CRIME, que em inúmeras modalidades se tornou BANAL no nosso empobrecido Brasil.

QUARTO SETOR

Pois, ontem, depois de ouvir o que disse o ministro Luiz Roberto Barroso, do STF, e ler o relatório produzido pela ONG Transparência Internacional,  com o Ranking Internacional de Percepção da Corrupção, onde o nosso valoroso Brasil, que já estava em péssima colocação, caiu mais 17 posições (despencou da nada gloriosa 79ª colocação, entre 180 países analisados, passando para a sofrível 96ª), bati o martelo: o CRIME, no Brasil, ganhou a definitiva credencial para ser chamado de QUARTO SETOR.

CONFUSÃO GENERALIZADA

A propósito, para quem não lembra, em agosto de 2011, quando o nosso pobre país vivia momentos emocionantes, proporcionados pelo inesquecível Mensalão, escrevi um editorial explicando que diante dos escandalosos casos de roubos, fraudes e corrupção generalizada, em vários escalões do governo Dilma Petista Rousseff, muita gente confundiu CRISE com CRIME.

CRIME, NÃO CRISE!

Pois, passados mais de seis anos, volto a insistir que a palavra correta, para definir tudo que já vivemos com o Mensalão, Petrolão e muita Corrupção, nesse fétido ambiente que ganhou força descomunal nos governos Lula e Dilma, descoberto pela Lava Jato, pouco tem a ver com CRISE e muito a ver com CRIME. Pior: tudo aconteceu de forma intencional, a considerar pela pensada e executada Matriz Econômica Bolivariana.

MINISTÉRIO DO CRIME

Ora, face a tantas e incontáveis falcatruas, somados a atos de extrema precisão no sentido de destruição do tecido social e econômico do nosso Brasil, notadamente durante os anos dos governos Lula/Dilma, o que nos deixa espantado é o fato de não ter sido criado o MINISTÉRIO DO CRIME. Até porque o Crime, nas mais diversas formas, se revelou como a grande especialidade e a bandeira do PT.

IMPUNIDADE

Aliás, a considerar as palavras ditas pelo ministro Barroso e os dados apresentados pela ONG Transparência Internacional, bem antes de criar o recém proposto Ministério da Segurança Pública, o Brasil já fez por merecer o MINISTÉRIO DO CRIME. Mais: se for levado em conta a postura de muitos daqueles que ocupam os Três Poderes, que se lambuzam de muita impunidade e nojentos privilégios, o Ministério do Crime nem precisaria ser justificado perante a opinião pública.

VENEZUELA

É importante observar que o relatório identifica o grau de PERCEPÇÃO DE CORRUPÇÃO. Daí o fato do Brasil pular, para baixo, 17 posições no ranking. Mas, mais importante ainda é a colocação da Venezuela, que junto com o Iraque ocupa a 169ª posição entre 180 países. Este registro se faz necessário porque a intenção do PT era tirar o Iraque da companhia da Venezuela, colocando o Brasil no mesmo nível. Felizmente, o Impeachment de Dilma colocou um freio nesta triste trajetória. Ufa!

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • DIFERENÇA FUNDAMENTAL

    A grande diferença que existe, no nosso pobre país, entre CIDADÃO e PAGADOR DE IMPOSTOS é a seguinte, sem tirar nem por: 

    CIDADÃO BRASILEIRO é aquele que imagina ter direitos. Na prática, apenas é detentor de deveres. Os direitos, infelizmente, só são reservados àqueles que estão no setor público.

    PAGADOR DE IMPOSTOS, por sua vez, é aquele que tem, como ÚNICO DEVER, o de pagar a conta dos magníficos privilégios e mordomias que desde sempre são destinados aos BRASILEIROS DE PRIMEIRA CLASSE. Que tal?

  • IPCA-15

    O IPCA-15 de fevereiro veio em linha com o esperado pelo mercado ao exibir alta de +0,38% e brevemente acima do projetado por nós (+0,36%). Este IPCA-15 exibiu taxa superior ao resultado do IPCA de janeiro (+0,29%), mas desacelerou na comparação com o IPCA-15 do mês anterior. Em doze meses, o IPCA-15 voltou a desacelerar, recuando de +3,02% em janeiro para +2,86% em fevereiro.

  • EXPOSIÇÃO

    De 27 de fevereiro, às 19h,  até 15 de março, o artista Edgar do Valle expõe suas obras na Galeria Art, na Av. Dr. Nilo Peçanha 2122, Porto Alegre.  A mostra apresentará aquarelas, acrílicas, digitais e esculturas em baixo relevo.

FRASE DO DIA

As ocasiões fazem as revoluções.

Machado de Assis